fbpx

Como Comprar Link Dedicado na Rede Uno 1

A venda de link dedicado na VLAN bilateral do PTT é uma grande vantagem competitiva para os provedores de internet, pois a conexão física acaba sendo uma só. Um exemplo de empresa é a Rede Uno 1, uma operadora internacionalmente reconhecida, onde um de seus representantes, Kelvin, irá nos explicar como funciona.

”Foi criado o conceito de colaboração e construído um anel (ou vários anéis) onde todas as empresas que participam se conectam com todos os participantes, ou seja, você está basicamente presente entre todos os participantes desse anel. 

Há vários IX`s (ou pontos em troca de trânsito), se eu não me engano são oito ou nove em São Paulo e uma vez que esse provedor consegue lançar sua fibra até esse ponto, ele tem acesso a esse link dedicado,  que não tem o mesmo gasto que teria caso passasse uma fibra para chegar até a outra ponta porque isto gera grandes custos”, diz Kelvin. 

Ele explica que uma vez que uma pessoa  se conecta a esse provedor, ela tem acesso a todos esses cabos e assim tem o conteúdo adequado para fazer a troca de trânsito entre as empresas, entre elas, uma das mais importantes é o Whatsapp

Como funciona a operação de cabos dentro da Rede Uno 1

Kelvin explicou que o conteúdo que está estacionado nos EUA passa em um dos cabos operados na Rede Uno 1. “É um cabo submarino que tem um diferencial, pois ele não para no mar do Caribe. Faço esta observação porque no mar do Caribe existem os furacões que se iniciam todo ano e vão ganhando força pelo Atlântico, por não parar nesta região, o cabo não fica exposto e sujeito à queda por conta do clima. Além de ter uma uma menor latência. Você já deve ter feito alguma ligação telefônica onde demorava meio segundo para escutar a outra pessoa e você acabava respondendo antes dela. Essas latências não são toleradas, seja para jogos ou conversas no Whatsapp, precisa ser o mínimo possível. Por isso o cabo submarino da Rede Uno 1 é importantíssimo quando o conteúdo sai para fora. 

Já os participantes do PTT eliminam essa barreira de precisar ter links dedicados e uma vez que você participa desse anel, todos têm as mesmas possibilidades. Você pode fazer uma conexão direta com outro IX-Pix sem precisar passar por alguma empresa intermediária ou pode ir direto a alguns dos provedores de conteúdos. Fora isso, em algum momento os IX`s vão precisar solicitar um sistema autônomo pois em um sistema autônomo os IX`s se publicam como uma rede autônoma onde se tem um grupo de IX-Pix onde eu posso divulgar a minha rede”.

Allan Caldas – Primeiramente fale um pouquinho sobre o que a sua empresa vende hoje no Brasil e quais são os produtos. Kelvin Rede Uno 1 – Quando um provedor lança fibra, ele tem que acessar a rede de outro provedor que dê acesso a toda rede brasileira e mundial, nós fazemos esse papel. Nós estamos no PTT e o levamos para os EUA, Europa, Oriente e Ásia.

Allan Caldas – Qual nome do seu ASM? Kelvin Rede Uno 1 – Nosso número é 7195.

Allan Caldas – É um ASM antigo, né? Kelvin Rede Uno 1- Sim, estamos há muito tempo operando com essa rede.

Allan Caldas – Kelvin, você vende link dedicado onde e de que forma?Kelvin Rede Uno 1- Nós vendemos links dedicados principalmente no Brasil e na América do Norte. O IX-Pix se estabelece com um bom nome, uma boa infraestrutura e passa a ganhar clientes corporativos. Para esse IX-Pix crescer no mercado brasileiro ele precisa se propagar lá fora. Seria como fazer um espelho de você e colocar esse espelho em outro país para que vejam o IX-Pix como se estivesse dentro daquele país.

Como é feito o remote pairing

Allan Caldas – Vocês fazem esse remote pairing para alguns conteúdos?Kelvin Rede Uno 1- Para o provedor, depois o levamos para a América do Norte, Europa… já temos o transporte através do cabo submarino para fazer esse remote pairing em outro país. Do ponto de vista dos negócios, para o pequeno empresário que está lançando o seu IX – Pix é extremamente importante projetá-lo para fora.

Allan Caldas – Então esse cabo submarino é de vocês? Kelvin Rede Uno 1 – Exatamente. Através de uma parceria com a Seaborn conseguimos um cabo particular, que vai de Nova Jersey até São Paulo, com menor latência no Brasil. Esse tipo de latência é importante no dia a dia tanto para aplicativos populares como Whatsapp, como para aplicações mais críticas como as aplicações financeiras. Hoje em dia as transações feitas por máquinas predominam cada vez mais, então esse micro delay, por mais que seja pequeno, tem grande influência. É aí que entramos. A Seaborn tem outras rotas com parceiros, mas nós operamos com o Seabras-1. Nós temos outras rotas também porque conforme as redes vão crescendo é prudente ter rotas em outros cabos submarinos. Os cabos, como toda tecnologia, podem falhar, apresentar algum problema. Então, você não pode simplesmente ter uma rota só.

Allan Caldas – Só por curiosidade, na Colômbia existe um número muito grande de provedores regionais?  Kelvin Rede Uno 1 – Sim, tem muitos provedores pequenos em virtude da necessidade de pulverizar a rede. Por mais que as empresas queiram atender o povo, muitas vezes não alcançam todos os cantos do país e o pequeno empreendedor tem a sua oportunidade. Aqui no Brasil é bastante evidente isso no interior de São Paulo, Rio De janeiro, Minas, Bahia… A Colômbia tem um mercado peculiar, diferente do mercado brasileiro. Os provedores de IX`s têm uma inclinação a querer incluir a televisão no seu pacote, o que aqui não acontece tanto. No Brasil a própria internet é a que mais pesa na oferta, já na Colômbia a televisão tem um peso maior.

Allan Caldas – Vamos ao que nos interessa: Se eu quiser comprar o link dedicado com você, onde eu compro estando no Rio de Janeiro? Kelvin Rede Uno 1 – O nosso ponto de presença para vender o link dedicado é no RJ2, porém, você estando uma vez dentro do PTT, pode virar nosso cliente.

Para assistir ao vídeo que eu origem a esta entrevista clique aqui

Para saber como comprar link dedicado dentro do PTT clique aqui

Allan Caldas é Digital Influencer a 10 anos, programador, Profissional de TI, Eletrônica e Eletrotécnica.

Proprietário de provedor de provedor internet grande numa empresa especializada em links dedicados corporativos e telefonia.

Trabalha no setor de Telecom a 14 anos.

Autor do treinamento Milionários da Telecom (Curso que ensina a montar um provedor de Internet do Zero).

Escreva um comentário

2 comments

Sugestões de leitura

Lista VIP