fbpx

Dicas para contratar bons funcionários em Telecom

            Cerca de 99% dos provedores de internet e empresas pequenas de telecom têm apenas 2 funcionários, um ajudante (que muitas vezes pode ser um genro ou filho) e a esposa do dono. A maioria dos provedores pequenos são empresas familiares, onde geralmente a esposa trabalha na parte de gerenciamento.

            Empresas familiares podem ser muito boas, mas trazem alguns problemas. Quando você tem um familiar trabalhando na empresa e o desempenho desse familiar não é bom, você vai naturalmente ter uma tolerância maior e uma dificuldade maior de demitir.

            A amizade no trabalho é boa, ela aumenta a tolerância e melhora o trabalho em equipe, só que existe um limiar entre a amizade e a liberdade. A questão é que quando o ser humano entra numa zona de conforto ele abuse um pouco e acaba se acomodando.

Por isso é preciso que a relação entre membros da equipe seja minimamente impessoal, para que haja profissionalismo no trabalho. Minha experiência me mostrou que quanto maior o distanciamento dos funcionários, melhor. Não no sentido de você ser um patrão frio e exigente, é claro.

Algo que eu aprendi lendo o livro “Vendedor Diamante” é que contratar alguém por indicação é preguiça! Se você quer ser um bom empreendedor, a melhor coisa que você pode fazer é lançar um anúncio na internet e fazer um processo seletivo.

É preciso também, conciliar interesses. Se você contrata um funcionário pelo salário, você não pode confiar naquele funcionário. A melhor maneira de fazer essa conciliação é contratar um funcionário que queira crescer, conciliando os seus interesses com o crescimento profissional dele.

Por exemplo, quando eu trabalhei na Vox, eu montei um programa de trainee do NOC. Eu pegava um estudante de engenharia que já estivesse no 5° (quinto) período (isso porque quem chega no quinto período da faculdade de engenharia tem o intelecto necessário para entender a gerencia de redes necessária no NOC).

Quando eu colocava esse trainee na empresa, eu o colocava para fazer trabalho em campo por três meses. Geralmente, eles não gostavam da ideia, mas eu explicava que para trabalhar em NOC é preciso ter visão de campo. Se o NOC não tem visão de campo ele não consegue trabalhar direito.

Isso que eu fiz durou por muito tempo e desse jeito eu formei muitas mãos de obra. Porém, para que o programa desse certo, eu estabeleci duas regras:

  • Se faltar no treinamento, terá o dia de falta descontado no salário.
  • O treinamento seria completamente gratuito, mas seria necessário ficar na empresa durante 1 ano. Se houvesse quebra desse contrato, o funcionário teria que pagar o período de treinamento.

No meu curso de telecomunicações MILIONÁRIOS DA TELECOM eu dou dicas valiosas sobre como treinar os seus funcionários.

Allan Caldas é Digital Influencer a 10 anos, programador, Profissional de TI, Eletrônica e Eletrotécnica.

Proprietário de provedor de provedor internet grande numa empresa especializada em links dedicados corporativos e telefonia.

Trabalha no setor de Telecom a 14 anos.

Autor do treinamento Milionários da Telecom (Curso que ensina a montar um provedor de Internet do Zero).

Escreva um comentário

1 comment

Sugestões de leitura

Lista VIP