fbpx

Conheça A TL Software, Um Sistema Para Provedores.

No artigo de hoje você lerá minha entrevista com Luis Guilherme da TL Software, empresa que possui um software de administração de provedores de internet.

Developing programming and coding technologies. Website design. Programmer working in a software develop company office.

Allan: Eu conversei com o Stanley da Contare em outros episódios, sobre a importância dos provedores de internet de separar em sua prestação de serviço o SCM do SVA.Pois, dessa forma será possível economizar dinheiro. Mas nem todo software permite essa divisão interna,  a maioria deles separam apenas o valor da mensalidade, o valor do boleto e o valor da nota. No seu software, há essa separação?

Guilherme: Desde o princípio, quando começamos a criar o software para provedores de internet, focamos na parte administrativa e fiscal. Toda necessidade e demanda das empresas, tanto de regime Tributário  do Simples Nacional, quanto Lucro Real e Lucro Presumido, fomos atendendo e adicionando as melhorias ao sistema. Hoje lidamos 100% com essa questão, então conseguimos separar SCM, locação, SVA e adicionar os serviços de SVA. Atualmente há empresas que prestam esse tipo de serviço para provedores de internet, integramos o nosso sistema com essas empresas, além disso, discriminamos na nota fiscal. Em nosso sistema a operação fiscal é realizada apenas com dois cliques, enfatizamos isso porque é muito simples o processo de emissão da nota fiscal eletrônica. Toda a padronização é feita no cadastro do cliente, então ele vai ser parametrizado de acordo com as suas necessidades fiscais. Após essa etapa, todo mês você conseguirá emitir uma nota perfeita.

Allan: Então quando cadastra o cliente você já sabe qual é o contrato dele e se no contrato fizer parte essa separação, ele vai ter esses serviços discriminados?

Guilherme: Exato. Inclusive, existem empresas que exigem receber 100% de SCM.

Allan: A maioria dos sistemas não faz essa separação?

Guilherme: Desconheço. É claro que nós estudamos os nossos concorrentes, mas apenas alguns conseguem fazer essa separação.

Allan: O seu sistema não é um RP, né?

Guilherme: Não. O meu sistema não é um RP.

Allan: Você poderia explicar para quem nos acompanha a diferença entre um RP e um sistema de gestão de provedores de internet?

Guilherme: O RP é um sistema, porém ele abrange um negócio. Ele lida com a entrada do processo até a sua saída. Então, não existe essa de “eu tenho um aplicativo para fiscal, um aplicativo para financeiro”, esses são sistemas especializados. O RP consegue rastrear um lote que entrou no estoque até o seu fim, ou seja, para que cliente aquele lote foi vendido, se foi devolvido, para quem foi. O RP é a gestão completa de uma empresa. Para os seguimentos de provedores de internet, existe então a necessidade de um RP? Sim, existe!

Allan: O seu sistema permite personalização?

Guilherme: Permite, para que a gente possa de adequar a realidade do cliente.

Allan: Mas o próprio cliente consegue fazer isso ou deve ser sob encomenda?

Guilherme: É realizado sob encomenda.

Allan: No seu sistema você faz essa distinção de SCM, SVA e locação de bens móveis no boleto ou na nota fiscal?

Guilherme: Nós criamos uma nota fatura.

Allan: Você cria uma nota fiscal fatura e nela tem toda essa discriminação?

Guilherme: Isso, ela possui essas discriminações e o código de barras separados.

Allan: Então você faz o boleto, a nota e uma fatura de discriminados juntos para que fiquem em um único documento?

Guilherme: Tudo incluso em um único documento, gerando economia de papel e facilitando a leitura do cliente.

Allan: O seu sistema possui um aplicativo para que os provedores de internet possam acessar pelo celular?

Guilherme: O sistema é totalmente expansivo.

Allan: Então ele é acessível via mobile?

Guilherme: Sim, via mobile pelo Google Chrome. Ele tem aplicativo de assinatura de contrato, para que haja a eliminação de papel.

Allan: O seu sistema já vem com radius server?

Guilherme: Já vem embarcado e contém três instâncias de backup para não falhar.

Allan: Você não exige que os provedores de internet que são seus clientes tenham seus próprios radius server?

Guilherme: Não, em nenhuma rede e é tudo em nuvem.

Você pode também ler este meu outro artigo: Provedores – Entrevista com Stanley da Contare

Allan Caldas é Digital Influencer a 10 anos, programador, Profissional de TI, Eletrônica e Eletrotécnica.

Proprietário de provedor de provedor internet grande numa empresa especializada em links dedicados corporativos e telefonia.

Trabalha no setor de Telecom a 14 anos.

Autor do treinamento Milionários da Telecom (Curso que ensina a montar um provedor de Internet do Zero).

Escreva um comentário

Sugestões de leitura

Lista VIP